Top

Sou Mulher-Maravilha?

Minhas amigas, resolvi escrever este texto sobre sermos Mulher-Maravilha devido ao meu grande interesse no envolvente mundo dos super-heróis e lógico tem um filme da Mulher-Maravilha estreando nos cinemas.

De inicio já digo que não vou levar em consideração o grande debate que há no estereótipo que envolve a Mulher-Maravilha.
As pessoas baseiam-se na experiência de vida que levam e colocam ela, a personagem, no contexto que lhe cabem.
A Mulher-Maravilha, personagem,  surgiu na década de 40 num momento difícil no mundo. Era a época da 2a Guerra Mundial, onde os homens iam para a guerra e as mulheres tinham que arregaçar as mangas , trabalhar e cuidar de suas casas.
Foi num contexto de nacionalismo somado a emancipação feminina que nasceu  a heroína. O seu criador acreditava na igualdade de gênero.
Eu quero falar de nós Mulheres-Maravilha de hoje.

Sim nós mesmas, é sério!!!

Tem uma frase da Patricia Tucci que nós Escoletes gostamos muito.
É essa:

“Heroína de verdade é aquela que primeiro sabe se salvar.”

Se você escolheu fazer a Escola de Você é sinal de que você quer ser uma pessoa melhor, que está em busca de se superar a cada dia e quer ser mais forte, poderosa e bonita. Certo?
Pois é assim que é definida uma Mulher-Maravilha minha amiga, forte, poderosa e bonita.
Logo você é uma Mulher-Maravilha, mais forte aprendendo a lidar com você mesma nos seus pontos fortes e fracos e tendo uma rede de amigas que cresce a cada dia a seu lado.
E mais poderosa através do conhecimento, como aprendemos e nos inspiramos com Escola de Você, não é verdade?
Quantas de nós tivemos conquistas através de novos conhecimentos, viajamos, enfrentamos nossos medos, enfim nos tornamos mais poderosas?
E, pra finalizar, mais bonitas, sim.  Aprendemos que não é preciso nos encaixar no que a sociedade molda. Aprendemos a ter mais carinho com nós mesmas e saber que se cuidar é muito bom.
Aaaah, só pra não esquecer! Mulher-Maravilha não é mulher perfeita. Ela passa por questionamentos, sofrimentos, lutas internas e externas só que ela não desiste, tem vontade, conhecimento, parcerias e amigos.
Dica:
Se arrume, coloque a melhor roupa, o melhor perfume e vá curtir o filme com quem é importante pra você.
Divirta-se 😉
Até a próxima <3
 

Comentários

  • Tais Pagnussat
    1 de junho de 2017

    Estava eu aqui refletindo sobre o lançamento do filme e vem você e apresenta esse ponto de vista tão leve. Muito bom!!!

  • Sheila Pereira
    1 de junho de 2017

    Muito show, Andreia, adoro sua história de superação, parabéns amiga, e grata por compartilhar um pouco da sua história!

  • Rita de Cássia
    1 de junho de 2017

    Todas somos mulheres maravilhas!
    A vida é passageira e devemos nos amarmos e transmitir o que temos de melhor com nossos conhecimentos e aprendermos com nossas amigas escoletes . Cada uma com suas experiências enriquecedoras.#Umaportodasetodasporuma#

  • Jessi ferraz
    Jessi ferraz
    2 de junho de 2017

    Andrea, Que lindo texto. Obrigada pelas dicas.

  • Roberta
    2 de junho de 2017

    A “Mulher- Maravilha” que foi descrita no texto serve como inspiração para as mulheres dos dias de hoje.
    Muito obrigada por escrever um texto tão maravilhoso.

  • Adriana Marques
    2 de junho de 2017

    Muito show seu texto. Precisava dele justamente hoje. Me inspirou muito: ” sou uma mulher maravilha, mas não sou perfeita.”

  • Luz Feitoza
    2 de junho de 2017

    Leveza ao expandir as Possibilidades de nos tornarmos mais conscientes de quem somos. Foi o que senti ao ler o teu texto Andrea Gasques. Sabe aquela paz da gente ser quem é, escolher o que quer ser e ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo, sem dramas? A vida é o que fazemos dela. Teu olhar relembrou o meu de um jeito muito gostoso, quase como se sussurrasse aos meus ouvidos: “menos é mais Lu…” Gratidão amada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Pat Tucci
    3 de junho de 2017

    Ahhhh eu amei seu texto! A maravilha de ser mulher hoje em dia é que temos o poder da escolha! E dá pra ser feminina e forte. Essa é a grande pegada da Mulher Maravilha. Agora, estereótipos à parte, eu bem que queria aquele cabelo e o laço da verdade! Amoooooo

  • Grazi CAVENAGHI
    3 de junho de 2017

    “Heroína de verdade é aquela que primeiro sabe se salvar.”
    Com certeza nossa querida Patrícia Tucci tem toda razão.
    Andrea somos sementinhas dessa linda Escola… a qual permitiu com seu terreno fértil que pudéssemos começar a crescer, brotar…Quantos brotos novos temos hoje? Como você disse: quantas conquistas? Incontáveis! Também com esse adubo fértil que temos?
    Vamos juntas? Porque o presentes é simples, mas o futuro Brilhante!
    Gratidão eterna por ter você Andrea e todas escoletes ao nosso lado ?

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.